*Frete grátis acima de R$ 150,00

Relacionamentos abusivos: como identificar?

25/09/2019

Relacionamentos abusivos são todas as interações emocionais onde o parceiro ou parceira é subjugado e abusado (fisicamente ou psicologicamente) pelo companheiro. Segundo dados da ONG Artemis, 3 a cada 5 mulheres estão em uma relação de abuso ou já sofreram em relacionamentos abusivos.

Para esclarecer melhor a temática, trouxemos 4 atitudes que podem configurar uma relação abusiva. Confira o post a seguir e descubra se você faz parte da estatística e aprenda a se livrar da situação.

Relacionamentos abusivos: como saber se você está em um?

1- Você é monitorada constantemente

Se o seu parceiro ou parceira exige que você dê satisfação de todos os seus passos, atividades, contatos, trabalho, etc., você provavelmente está em um relacionamento abusivo

Geralmente, esse comportamento vem acompanhado de atitudes controladoras e invasivas como monitorar redes sociais, saber senhas de aplicativos, e-mail, celulares e até dados bancários.

2- Seu companheiro te faz sentir inferior a ele

Pode ser um constrangimento público ou privado. Se o seu parceiro te zomba e te faz sentir-se inferior na frente dos colegas, no ambiente familiar, ou quando vocês estão sozinhos, saiba que isso é um comportamento abusivo.

Com essas atitudes a pessoa te faz pensar que você é incapaz, feia, desajeitada, egoísta, entre outras situações que você possa se sentir moralmente ofendida.

3- O parceiro tenta mudar sua personalidade

Cada pessoa tem uma maneira única de se portar perante a sociedade. Entretanto, relacionamentos abusivos não admitem a individualidade do parceiro.

Se a pessoa contra seu jeito de se vestir, falar, agir, socializar, quer moldar seu comportamento de acordo com suas crenças, tenta te dominar e só encontra defeitos em sua personalidade, saiba que você está em uma relação abusiva.

4- Seu parceiro se importa apenas com ele mesmo

Em todas as situações, seu parceiro se faz de vítima, não liga para suas queixas, minimiza seus problemas, não te ajuda e nem te ouve. Isso é um claro sinal de relacionamento abusivo.

Afinal, em um relacionamento saudável, ambos precisam se apoiar e se ajudar mutuamente. Se apenas um realiza o papel de suporte, a relação fica desequilibrada e a pressão emocional é descarregada de forma desigual.

O que fazer para sair de um relacionamento abusivo?

Se você identificou alguma das atitudes acima listadas no seu relacionamento, procure ajuda! Converse com amigos, familiares, profissionais capacitados – psicólogos, terapeutas, etc.

Saiba que o problema não é você! Infelizmente, casos de relacionamentos abusivos são mais comuns do que imaginamos. Dessa forma, não sinta vergonha por estar envolvida em uma situação do gênero. Afinal, a culpa NÃO é sua!

Por isso, não tenha medo de desabafar sobre situações desagradáveis que esteja vivendo no casamento, namoro ou qualquer envolvimento emocional.

Lembre-se de que a sua felicidade e bem-estar devem ser sempre a sua prioridade. Além disso, o amor verdadeiro é manso, sereno, cheio de paz e compreensão. Ninguém deve entrar na sua vida para te menosprezar, mas para ajudar a somar!

Se você gostou do nosso post sobre relacionamentos abusivos, compartilhe o post nas redes sociais e mostre aos seus amigos e amigas como identificar as situações que caracterizam o problema.

Categorias:

Empoderamento